Notícias

NOTA DE PESAR

Polícia Civil lamenta o falecimento do delegado Adalberto Antônio de Oliveira

15/01/2022 - 19:50
O delegado atuou por 36 anos na Polícia Civil

Assessoria/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil de Mato Grosso lamenta o falecimento do delegado Adalberto Antônio de Oliveira, 72 anos, ocorrido neste sábado (15.01), em Cuiabá.

Ele exerceu a profissão por mais de 30 anos e a última lotação do delegado Adalberto foi na Delegacia de Santo Antônio de Leverger. Atuou em diversas unidades da Regional de Cuiabá e também no interior de Mato Grosso e é lembrado carinhosamente pelos colegas de trabalho.

O delegado-geral adjunto, Gianmarco Paccola Capoani, se recorda do ser humano e profissional exemplar que exerceu suas atividades por 36 anos na Polícia Civil do estado. "Fica nossa eterna gratidão ao Dr. Adalberto que dedicou sua vida à Polícia Civil de Mato Grosso. Um ser humano incrível, amigo de todos e exemplo para todos aqueles que tiveram a honra de conhecê-lo e trata-lo carinhosamente de Betão! Uma perda irreparável à Polícia Civil! Tenho certeza que estará nos braços do Pai!”.

O diretor Metropolitano, delegado Rodrigo Bastos, também externa as condolências pela morte do delegado. “Me lembro de dr. Adalberto desde que entrei na Polícia Civil e ele atuou por muitos anos em cidades da região de Cuiabá, onde sempre tratou a todos com muito respeito”.

No aniversário em comemoração aos 177 anos da Polícia Civil, realizado em 2019, o delegado Adalberto foi um dos homenageados. Na ocasião, em uma solenidade no auditório da Diretoria Geral da instituição, ele falou do começo da carreira policial, citou momentos marcantes em sua vida profissional e destacou o orgulho de ver os filhos que seguiram o mesmo caminho do pai na Segurança Pública. “Naquele tempo o mais  difícil era investigar. Não tínhamos telefones, não tínhamos internet, era tudo na máquina de escrever. Na minha primeira missão foi mexer com crime de briga de terras (esbulho possessório). Fui baleado e ainda perdi um companheiro investigador. Mas não desisti e graças a Deus estou hoje aqui”.

Aos familiares, amigos e colegas de trabalho que o delegado conquistou ao logo de mais de 50 anos de serviço público, 36 deles dedicados à Polícia Civil de Mato Grosso, a instituição externa pesar e condolências.

O corpo do delegado está sendo velado na Sala das Orquídeas, na Capela Jardins, bairro Bandeirantes. O sepultamento será realizado no domingo, às 14h30, no Cemitério da Piedade, na região central de Cuiabá.

 

 

A PJC também está no Facebook, Flickr e Instagram. Siga-nos!

Assessoria de Comunicação Social
www.pjc.mt.gov.br
asscom@pjc.mt.gov.br
(65) 3613-5673

Compartilhe essa notícia